Indicações para terapia da reposição hormonal (TRH)

Você sabe quando precisa fazer uma reposição hormonal?

Segundo a Sociedade Brasileira de Climatério, ela está indicada nas seguintes situações:

–  Sintomas vasomotores ou fogachos: ondas de calor que vem e vão de repente, geralmente na cabeça e busto, às vezes seguidas de muito suor.

–  Sintomas geniturinários: ressecamento vaginal e pequenas perdas de urina quando tosse ou espirra.

–  Prevenção da perda de massa óssea: no exame chamado densitometria óssea, é observado que os ossos estão mais “porosos” e, consequentemente, mais frágeis e com maior risco de fraturas.

–  Falência ovariana prematura: também chamada de menopausa precoce, é quando a menstruação cessa muito cedo.

Em qualquer desses casos, é importante o acompanhamento de um especialista para indicar qual o tipo, dose e duração da terapia de reposição hormonal mais adequada para você.

IST no Climatério?

Com o avanço no tratamento dos distúrbios sexuais, passou a ser observado um crescimento nas infecções sexualmente transmissíveis nos homens e mulheres acima de 45 anos.

Trata-se de um fenômeno não só do Brasil, mas observado por artigos científicos do Canadá, Estados Unidos, Austrália e países da Europa.

As principais razões alegadas são que:

  • As pessoas mais velhas estão mais ativas, logo, mais propensas à atividade sexual;
  • Aumento de drogas para disfunção erétil, com homens mais velhos e sexualmente ativos;
  • Maior número de divórcios na meia idade;
  • Crescimento de plataformas online para encontros, com desconhecimento dos antecedentes e da história sexual dos parceiros;
  • Baixa percepção de risco e pouco uso de preservativo, pois não precisa mais prevenir a gravidez e ocorre uma priorização da intimidade acima dos riscos de novos relacionamentos;
  • Falta de educação formal sobre sexo seguro.

E ninguém fala sobre isso:

  • Constrangimento em discutir sexo e IST em geral, tanto médicos quanto pacientes, principalmente com a população mais velha;
  • Poucas pessoas pedem para serem testadas e poucos médicos oferecem o exame;
  • Assim como acontece no HIV, o diagnóstico tardio aumenta o risco de transmissão e as complicações;
  • Particularmente no HIV, os sintomas como fadiga, fraqueza e perda de memória podem ser confundidos com sinais da idade e outras condições clínicas.

Por tudo isso, entendo como extremamente importante a formulação de campanhas para sexo seguro na maturidade.

Como diminuir o risco para câncer de mama

Você sabia que grande parte dos casos de câncer de mama podem ser evitados com hábitos saudáveis?

Listei aqui alguns para você avaliar e ajustar na sua rotina:

👉Praticar atividade física
A prática regular de atividade física influencia no controle de peso, no nível de gordura e atua diretamente sobre hormônios e marcadores inflamatórios.

👉Reduzir o consumo de álcool
Mesmo baixos níveis de ingestão de álcool têm sido associados a um aumento do risco dessa doença. Portanto, o ideal é não consumir álcool ou, ao menos, consumir o menos possível.

👉Alimentar-se de forma saudável
Alguns alimentos podem tornar seu organismo mais saudável, estimular o sistema imunológico e ajudar a manter o risco de câncer de mama mais baixo. Tente incluir mais verduras e frutas nas suas refeições e evite alimentos processados.

👉Não fumar
Fumar causa várias doenças e está associado a um risco maior de câncer de mama em mulheres na pré-menopausa. Portanto, é importante não fumar.

👉Amamentar
Mulheres que optam por amamentar por pelo menos vários meses podem ter um benefício adicional de reduzir o risco de câncer de mama.

👉Prestar atenção no próprio corpo
Fique atenta às mudanças do seu corpo. Para isso, olhe, apalpe e sinta suas mamas no dia a dia. Se notar qualquer alteração, como sensação de um caroço ou alterações na pele da mama, consulte um médico.

👉Consultar médico periodicamente e fazer check-up de forma regular
É importante que toda mulher consulte um médico ginecologista ao menos uma vez por ano desde a puberdade.

Ele é o médico especialista na saúde feminina e solicitará exames de rotina para verificar se há alguma irregularidade.

Gostou desse post? Então compartilha!

Menopausa ou Climatério?

Eu já falei sobre isso aqui mas é sempre bom lembrar a diferença entre os dois termos uma vez que “menopausa” é constantemente aplicado de forma incorreta tanto por pacientes quanto por profissionais.

A menopausa não é uma fase! Ela é a última menstruação da mulher, que ocorre em torno dos 50 anos. O climatério sim, é a fase da vida da mulher antes e depois da menopausa.

O climatério é marcado por variações hormonais que provocam uma série de sintomas característicos que abordo constantemente aqui.

Agora me conta nos comentário, você também confundia esses dois termos?👇

Sangrou depois?

O sangramento pode ter várias causas dependendo da fase da mulher e é muito comum após a menopausa principalmente devido a secura vaginal.

Porém, o sangramento deve ser sempre um sinal de alerta pois também pode ser sinal de algum problema mais grave, como infecções, doenças sexualmente transmissíveis, pólipos ou até câncer de útero.

Assim, sempre que o sangramento surge sem uma razão aparente ou é muito frequente, é aconselhado consultar o ginecologista para identificar a causa correta e iniciar o tratamento mais adequado.

Equilíbrio

Se existe uma palavra de ação poderosa é essa aqui: RELAXE! 😜

👉🏼 Em todas as fases da mulher existem aqueles momentos de instabilidade emocional e que na maioria das vezes está ligada aos hormônios.

Quanto mais o tempo passa, as alterações hormonais se intensificam causando grande stress e desconforto o que prejudica totalmente a qualidade de vida.

👉🏼 É claro que não posso deixar de lembrar que o acompanhamento médico é fundamental nesse processo, mas existem coisas tão importantes quanto para as mulheres fazerem por conta própria para passarem por isso de maneira mais tranquila e equilibrada.

O bem-estar tem relação com práticas simples como a meditação, contato com a natureza, um bom e velho papo com as amigas, exercícios e tudo e qualquer coisa que proporcione um relaxamento profundo.

👉🏼 Essas práticas devem estar inseridas na rotina e devem ser seguidas rigorosamente. Ser constante é a chave do equilíbrio nessa fase.

Me conta aqui nos comentários qual a sua forma de se manter em equilíbrio 😉