O corpo no seu tempo

A perimenopausa (período que antecede a menopausa) e suas alterações geralmente começam após os 40 anos.

Algumas mudanças estão relacionadas à diminuição na produção de hormônio, mas outras podem estar relacionadas a problemas clínicos ou efeitos da idade.

Entre as causas não hormonais podemos destacar problemas da tireoide, depressão ou efeitos colaterais de alguns medicamentos.

Portanto, é importante comunicar qualquer alteração no corpo para seu médico.

Indicações para terapia da reposição hormonal (TRH)

Você sabe quando precisa fazer uma reposição hormonal?

Segundo a Sociedade Brasileira de Climatério, ela está indicada nas seguintes situações:

–  Sintomas vasomotores ou fogachos: ondas de calor que vem e vão de repente, geralmente na cabeça e busto, às vezes seguidas de muito suor.

–  Sintomas geniturinários: ressecamento vaginal e pequenas perdas de urina quando tosse ou espirra.

–  Prevenção da perda de massa óssea: no exame chamado densitometria óssea, é observado que os ossos estão mais “porosos” e, consequentemente, mais frágeis e com maior risco de fraturas.

–  Falência ovariana prematura: também chamada de menopausa precoce, é quando a menstruação cessa muito cedo.

Em qualquer desses casos, é importante o acompanhamento de um especialista para indicar qual o tipo, dose e duração da terapia de reposição hormonal mais adequada para você.

Pela primeira vez

Menarca é o nome que damos à primeira menstruação.

Em geral, ela acontece nas adolescentes com 12 ou 13 anos. Mas, é considerada normal quando ocorre entre os 9 e 15 anos de idade.

É normal os primeiros ciclos menstruais virem um pouco irregulares, pois a produção hormonal ainda não está bem ajustada.

Isso não deve ser motivo de preocupação, já que as menstruações costumam ir regularizando com o tempo, sem precisar de nenhum tratamento.

Só é preciso observar se o sangramento não está muito intenso, capaz de provocar anemia na adolescente.

Ficou alguma dúvida? Pode perguntar 

Posso ajudar?

Esse post não é mais de um assunto técnico mas sim daquilo que eu pratico e priorizo nos meus atendimentos. Se você me escolheu, saiba que:

👉O meu olhar para a saúde não se restringe à “questões ginecológicas”. Tudo está interligado incluindo o nosso emocional, certo? Por isso preconizo um atendimento integrado e humanizado;

👉Você terá a minha total atenção e disponibilidade. Prezo por um atendimento muito personalizado visando o seu total bem-estar.

👉Você não vai encontrar um médico “tirando pedido” por aqui. Estou falando de ACOMPANHAMENTO. Todos precisam de médicos que acompanhem a trajetória do paciente, analisando evolução em determinados casos, manutenção de todas as práticas adotadas. Não é à toa que tenho pacientes comigo há mais de 20 anos!!

Ainda resta alguma dúvida sobre o meu atendimento? Caso positivo, escreve nos comentários.

Exame de toque

Algumas mulheres ainda têm dúvida sobre o porquê do toque ginecológico.

Pois bem, através deste exame simples que o ginecologista consegue avaliar uma série de coisas.

👉 No exame da parede vaginal, certificamos se a elasticidade está normal e se há alguma lesão.

👉 No útero, alterações do tamanho, forma ou consistência, podem significar a presença de pólipo, mioma ou mesmo outros tumores. Já sua mobilização dolorosa, pode sugerir infecção, varizes pélvicas, aderências ou doenças como endometriose.

👉 Na palpação da região onde ficam as trompas e ovários, se muito dolorosa, sugere infecção pélvica. Mas, na presença de algo aumentado, pode ser que haja algum cisto, gravidez nas trompas ou, até, algum tumor.

👉 Ao final, buscamos algum aumento das glândulas do períneo que possa sugerir cisto ou abscesso.

Viu como é importante fazer seu exame preventivo?

Se tiver alguma dúvida, pode perguntar aqui nos comentários.

TPM

As mudanças hormonais e os sintomas do climatério causam desconfortos e dúvidas em relação a esse período típico feminino.

👉🏼 Semelhantes às sensações causadas pela TPM, embora mais intensas e prolongadas, as mudanças podem ser caracterizadas de acordo com as fases de cada mulher.

👉🏼 Sim! Pode ser que a TPM ocorra com mais intensidade em mulheres no período do climatério.

Basta observar as queixas mais frequentes como o calor intenso, a irritabilidade, dificuldades no sono e aumento da transpiração, que também são alterações físicas e comportamentais que se assemelham às da TPM, porém, mais intensas e duradouras.

👉🏼 Aqui vão algumas dicas para aliviar os sintomas da TPM no período do climatério:

– A cafeína aumenta a ansiedade e instabilidade emocional, ou seja, seu consumo deve ser totalmente evitado.

– O álcool provoca dores de cabeça, fadiga e depressão e, portanto, também devem ser evitado neste período.

– A quantidade de sal nos alimentos deve ser reduzida para evitar a retenção de líquidos no organismo.

– A prática de exercícios pode reduzir as cólicas, além de melhorar o humor com a liberação de endorfina, hormônio responsável pela sensação de bem-estar.

– Suplementos multivitamínicos podem ajudar, pois estudos apontam que a TPM é causada por ausência das vitaminas A, B6, C e D.

O que é isso?

Esse é um sintoma clássico de infecção vaginal, principalmente de candidíase, porém existem várias outras situações que podem dar a coceira, incluindo alergias e reações a produtos químicos.

👉🏼 Listei aqui algumas causas além da candidíase:

Tricomoníase.
Gonorreia.
Clamídia.
Irritantes químicos.
Líquen escleroso vulvar.
Higiene íntima inadequada.
Pediculose pubiana.
Oxiuríase.
Corpo estranho.
Doenças da pele próximas à vulva.
Alergia ao sêmen.
Câncer

👉🏼 Esse tipo de sintoma não deve ser minimizado e nem resumido ao mais simples.

👉🏼 SEMPRE entre em contato com o seu ginecologista para que o melhor tratamento seja recomendado.

👉🏼 A avaliação dos sintomas é o caminho para a prevenção de algo mais grave.😉

Onde está minha libido?

A reposição de testosterona em mulheres no climatério ou após a menopausa é recomendada apenas no tratamento de distúrbio do desejo sexual.

👉🏼 A testosterona melhora a função sexual como a excitação, a resposta, o desejo, o orgasmo mas tem que ser olhada com cuidado, uma vez que precisará ser importada ou manipulada, pois ainda não há, no Brasil, apresentação adequada para o organismo feminino.

⚠ Consulte o seu médico pois é ele quem vai avaliar o seu histórico e recomendar a composição certa de hormônios para tratar qualquer distúrbio. 😉

Mantenha o foco

A menopausa é um dos períodos mais marcantes na vida das mulheres. ☺

👉🏼 Por sinalizar mudanças físicas e emocionais, esta fase traz muitas questões e dúvidas, além de ser tratada como um grande bicho de sete cabeças.


No entanto, essa transição é natural e deve ser encarada com tranquilidade e muita leveza.

👉🏼 Se cuidar e manter o alto astral nessa fase é muito importante.

😉 Por isso preparei uma lista que pode te ajudar neste período e que vai muito além dos tratamentos médicos adotados (como a terapia hormonal):

– Pratique atividades físicas para prevenir o ganho de peso típico da menopausa. Além disso, o aumento da força muscular melhora o equilíbrio e previne quedas;

– Inicie um programa de fortalecimento da musculatura do assoalho pélvico para prevenir problemas como a incontinência urinária;

– Desafie seu cérebro com exercícios de memória, palavras cruzadas e outros tipos de jogos de raciocínio. Isso pode ajudar a diminuir o risco de perda de memória durante a menopausa;

– Mantenha uma dieta rica em cálcio e vitamina D. Ela é fundamental para a prevenção da osteoporose, junto com a atividade física e exposição ao sol;

– Limite o consumo de alimentos industrializados e mantenha uma dieta rica em verduras e em gorduras saudáveis como a do salmão, do abacate e do azeite de oliva;

– Desenvolva e mantenha bons hábitos de sono, a fim de combater potenciais problemas de sono causados por quedas nos níveis de estrogênio;

– Tente dormir o suficiente. Falta de sono em si pode contribuir para a confusão mental e para a baixa libido, problemas frequentemente associados à menopausa;

👉🏼 Aproveita e salva esse post para consultar depois! 😉

Equilíbrio

Se existe uma palavra de ação poderosa é essa aqui: RELAXE! 😜

👉🏼 Em todas as fases da mulher existem aqueles momentos de instabilidade emocional e que na maioria das vezes está ligada aos hormônios.

Quanto mais o tempo passa, as alterações hormonais se intensificam causando grande stress e desconforto o que prejudica totalmente a qualidade de vida.

👉🏼 É claro que não posso deixar de lembrar que o acompanhamento médico é fundamental nesse processo, mas existem coisas tão importantes quanto para as mulheres fazerem por conta própria para passarem por isso de maneira mais tranquila e equilibrada.

O bem-estar tem relação com práticas simples como a meditação, contato com a natureza, um bom e velho papo com as amigas, exercícios e tudo e qualquer coisa que proporcione um relaxamento profundo.

👉🏼 Essas práticas devem estar inseridas na rotina e devem ser seguidas rigorosamente. Ser constante é a chave do equilíbrio nessa fase.

Me conta aqui nos comentários qual a sua forma de se manter em equilíbrio 😉