Autoexame

O autoexame detecta o câncer em estágio avançado!

Na grande maioria dos casos, ao apalpar os seios é muito difícil realizar um diagnóstico precoce pois a mulher só encontra tumores com mais de 2 cm, o que significa que o câncer já pode estar em um nível avançado.

É, portanto, imprescindível frequentar um ginecologista frequentemente para esse acompanhamento através, inclusive, de exames periódicos específicos. Detectar um câncer na mama precocemente apresenta 95% de chance de cura!

Câncer de mama

Assim como cada diagnóstico de câncer é único, a escolha do tratamento também será de acordo com as necessidades e condições do paciente e o acompanhamento de oncologista e mastologista também se fazem essenciais nesses casos.

Preservar a mama é sempre a primeira opção e nem sempre após o tratamento de um câncer de mama o órgão precisa ser retirado. Porém, em alguns casos a retirada é sim fundamental.

Vários parâmetros devem ser avaliados, como por exemplo tamanho e localização do tumor; ou se a mulher apresenta um risco elevado de desenvolver um câncer de mama (alterações genéticas).

Você já passou por isso? Quer bater um papo? Me mande uma mensagem nos comentários e vamos conversar!

Colocar protese ou não?

Como toda cirurgia, a colocação de próteses mamárias apresenta riscos. Não vou citar todos os riscos mas sim alertar para alguns muito relevantes.

A mulher que tem um maior risco de desenvolver câncer de mama deve ter uma atenção redobrada. A prótese não causa a doença, mas pode prejudicar o diagnóstico precoce, uma vez que ela pode atrapalhar a mamografia.

Outra situação possível, na dependência da técnica usada na cirurgia, é o comprometimento de ductos mamários, o que pode prejudicar bastante a amamentação e acarretar outras complicações.

O mais importante é sempre conversar bastante com o seu ginecologista e cirurgião plástico para tomar a decisão de aumentar ou não as mamas de acordo com a real necessidade e desejos.

Câncer de colo

Esse tipo de câncer é super comum e tem duas formas de você prevenir o surgimento dele.

A primeira é diagnosticar e tratar as lesões pré-cancerígenas antes que se tornem malignas, e a segunda é prevenir as condições pré-cancerígenas.
“Como assim, doutor?”

A realização de exames é essencial! O Papanicolau e o exame de detecção do papiloma vírus humano (HPV), ajudam no diagnóstico de lesões pré-cancerígenas antes que elas se transformem em tumores malignos. Uma lesão pré-cancerígenas encontrada pode ser tratada, evitando que se torne um câncer.

É bom saber que o teste de HPV pode ser feito na mesma amostra das células coletadas do Papanicolau.

Para evitar as lesões pré-cancerígenas é importante:
1. tomar a vacina contra o HPV
2. evitar exposições ao vírus
3. Usar preservativo
4. Não fumar! Isso mesmo… fumar aumentam as chances de você desenvolver o câncer.

Para um acompanhamento ideal, consulte o seu médico ginecologista!

Estão dizendo isso …

MITO !

Você já ouviu falar que desodorantes e antitranspirantes estão associados a doenças como o câncer de mama? Pois é, apesar de esse argumento para não utilizá-los ser bastante repetido no boca a boca, a história não tem embasamento científico.

O que talvez aconteça é que a aplicação destes produtos podem causar reação alérgica no local ou até um quadro denominado hidradenite supurativa, uma doença inflamatória frequente em mulheres, que acomete preferencialmente os folículos de algumas áreas da pele como as axilas, a região das mamas, a virilha, a região genital e a região glútea.

O mais importante de tudo é, se você possui qualquer dúvida sobre os benefícios e malefícios de qualquer tipo de produto ou tratamento, procure um especialista no assunto, sempre!

TRH aumenta o risco de câncer ?

A maior questão é: o risco de desenvolver câncer de mama aumenta com a terapia hormonal? 🤔

👉🏼 Depende! Temos que considerar uma série de questões que envolvem a sua saúde, seus hábitos, histórico familiar e o tipo de tratamento.

👉🏼 Existem pesquisas que mostram um baixo ou nenhum aumento desse risco em algumas situações. Mesmo assim, devemos ter toda a cautela. Esses cuidados durante a terapia também envolvem o tipo e o tempo de uso

⚠ Por isso a importância da avaliação médica para confirmar a necessidade e escolher o que é mais seguro para você!

👉🏼 Me mande a sua dúvida que eu posso te ajudar!

Menopausa e Câncer?

Não!!! Isso é um mito que preocupa muitas mulheres. Precisamos entender que a menopausa é um evento comum que acontece no corpo feminino, assim como a menarca (primeira menstruação).

👉🏼 A menopausa não aumenta os riscos de câncer, o que ocorre é que as chances do surgimento de muitos cânceres aumenta com a IDADE, portanto as mulheres na pós-menopausa devem saber sobre os cânceres mais comuns que podem afetá-las.

👉🏼 Todavia, alguns tipos de tratamentos optados juntos com o seu médico para tratar os sintomas da menopausa podem sim influenciar no risco da mulher ter alguns tipos de câncer.

⚠ O importante é sempre ter um acompanhamento médico independente do evento, é preciso sempre estar ciente dos sinais que o seu corpo te dá.

Câncer de Ovário

Primeiro de tudo, você sabe quem está mais propenso a desenvolver essa doença? 🤔

👉🏼 O risco de desenvolver câncer de ovário é considerado alto quando a mulher possui parentes de primeiro grau – mãe ou filha, por exemplo – que já tiveram a doença, ou quando se identifica que ela seja portadora de alteração genética dos genes BRCA1 ou BRCA2.

👉🏼 Para saber se uma mulher possui tais alterações, é preciso fazer um teste genético. Em caso positivo, os médicos recomendam a realização de ultrassonografia transvaginal e a pesquisa do marcador tumoral CA125 anualmente, para detectar a doença em estágio inicial.

👉🏼 Não se chegou a um consenso quanto à idade em que os exames devem ser realizados, mas muitas já iniciam a prevenção a partir dos 30 anos.

– Uma alternativa preventiva de câncer de ovário, indicada somente em casos de alto risco, é a cirurgia para a remoção deles.

👉🏼 Vale lembrar que mesmo medidas radicais como essa não afastam totalmente o risco de câncer no ovário, pois é possível já haver uma célula maligna na região no momento de remoção do órgão.

⚠ Por isso, é importante fazer o acompanhamento com o ginecologista e ficar atenta a alguns sinais, como azia, náuseas, dor abdominal, sangramento e aumento da frequência urinária.

👉🏼 Esses são sinais genéricos que podem não representar nenhuma doença mais grave, mas de qualquer forma devem servir de alerta para a necessidade de investigação pelo médico.

– Além dessa prevenção, as mulheres podem reduzir os riscos, mantendo um peso saudável e fazendo, regularmente, seus exames periódicos.

⚠ Esse assunto é sério e requer todo cuidado possível! Não deixe de buscar informações com o seu médico. Muitas doenças no geral pode ser evitadas às vezes com ajustes simples na rotina, por exemplo.

A importância do exame Papanicolau

O papanicolau é um exame muito importante, que tem o objetivo de fazer o diagnóstico precoce das lesões precursoras do câncer do colo do útero. Também chamado de preventivo, ele deve ser realizado por todas as mulheres, sexualmente ativas, uma vez ao ano. Caso o resultado seja negativo por três anos seguidos, o intervalo pode aumentar de acordo com a orientação médica.