Pela primeira vez

Menarca é o nome que damos à primeira menstruação.

Em geral, ela acontece nas adolescentes com 12 ou 13 anos. Mas, é considerada normal quando ocorre entre os 9 e 15 anos de idade.

É normal os primeiros ciclos menstruais virem um pouco irregulares, pois a produção hormonal ainda não está bem ajustada.

Isso não deve ser motivo de preocupação, já que as menstruações costumam ir regularizando com o tempo, sem precisar de nenhum tratamento.

Só é preciso observar se o sangramento não está muito intenso, capaz de provocar anemia na adolescente.

Ficou alguma dúvida? Pode perguntar 

Como diminuir o risco para câncer de mama

Você sabia que grande parte dos casos de câncer de mama podem ser evitados com hábitos saudáveis?

Listei aqui alguns para você avaliar e ajustar na sua rotina:

👉Praticar atividade física
A prática regular de atividade física influencia no controle de peso, no nível de gordura e atua diretamente sobre hormônios e marcadores inflamatórios.

👉Reduzir o consumo de álcool
Mesmo baixos níveis de ingestão de álcool têm sido associados a um aumento do risco dessa doença. Portanto, o ideal é não consumir álcool ou, ao menos, consumir o menos possível.

👉Alimentar-se de forma saudável
Alguns alimentos podem tornar seu organismo mais saudável, estimular o sistema imunológico e ajudar a manter o risco de câncer de mama mais baixo. Tente incluir mais verduras e frutas nas suas refeições e evite alimentos processados.

👉Não fumar
Fumar causa várias doenças e está associado a um risco maior de câncer de mama em mulheres na pré-menopausa. Portanto, é importante não fumar.

👉Amamentar
Mulheres que optam por amamentar por pelo menos vários meses podem ter um benefício adicional de reduzir o risco de câncer de mama.

👉Prestar atenção no próprio corpo
Fique atenta às mudanças do seu corpo. Para isso, olhe, apalpe e sinta suas mamas no dia a dia. Se notar qualquer alteração, como sensação de um caroço ou alterações na pele da mama, consulte um médico.

👉Consultar médico periodicamente e fazer check-up de forma regular
É importante que toda mulher consulte um médico ginecologista ao menos uma vez por ano desde a puberdade.

Ele é o médico especialista na saúde feminina e solicitará exames de rotina para verificar se há alguma irregularidade.

Gostou desse post? Então compartilha!

Você cuida do intestino?

Como defendo um olhar totalmente integrativo para a saúde da mulher, não poderia deixar de destacar esse assunto tão relevante para a saúde.

Você sabia que nosso estilo de vida, nosso nível de estresse e a nossa alimentação, têm muito a nos dizer sobre o nosso microbioma?

O microbioma intestinal é composto por trilhões de microrganismos que podem conviver em simbiose com o ser humano, ou seja, sem causar qualquer tipo de doença ou malefício ao seu bem-estar. Pelo contrário, auxiliam desde o nascimento, na manutenção de funções fisiológicas.

Cada indivíduo possui uma microbiota intestinal única, que se desenvolve de acordo os hábitos de vida, uso de medicamentos, estresse, etc.

Esses microrganismos podem auxiliar em uma melhor absorção de nutrientes, ajudam a manter a integridade da mucosa intestinal e auxiliam no controle de proliferação de bactérias que podem ocasionar doenças. Além disso, uma microbiota saudável é capaz de produzir moléculas com atividades anti-inflamatórias.

O processo inflamatório do nosso organismo como um todo está totalmente interligado à doenças do cérebro e o bem-estar geral.

Não ignore esse órgão tão importante para o bom funcionamento do seu corpo e longevidade. Nesse caso, consulte um especialista!

Menopausa ou Climatério?

Eu já falei sobre isso aqui mas é sempre bom lembrar a diferença entre os dois termos uma vez que “menopausa” é constantemente aplicado de forma incorreta tanto por pacientes quanto por profissionais.

A menopausa não é uma fase! Ela é a última menstruação da mulher, que ocorre em torno dos 50 anos. O climatério sim, é a fase da vida da mulher antes e depois da menopausa.

O climatério é marcado por variações hormonais que provocam uma série de sintomas característicos que abordo constantemente aqui.

Agora me conta nos comentário, você também confundia esses dois termos?👇

Sangrou depois?

O sangramento pode ter várias causas dependendo da fase da mulher e é muito comum após a menopausa principalmente devido a secura vaginal.

Porém, o sangramento deve ser sempre um sinal de alerta pois também pode ser sinal de algum problema mais grave, como infecções, doenças sexualmente transmissíveis, pólipos ou até câncer de útero.

Assim, sempre que o sangramento surge sem uma razão aparente ou é muito frequente, é aconselhado consultar o ginecologista para identificar a causa correta e iniciar o tratamento mais adequado.