Roma, Itália

Como resumir a “Cidade Eterna” fundada por Rômulo e Remo há quase 3.000 anos?

Essa enorme cidade cosmopolita nos presenteia com sua história representada nas artes, arquitetura e cultura que influencia o mundo todo.

Sem dúvida, o monumento mais famoso é o Anfiteatro Flavio construído no ano 80 dC., mundialmente conhecido como Coliseu, pela colossal estátua de bronze de Nero que ficava nas proximidades. Nesta arena que a população romana assistia o combate dos gladiadores e as simulações de caça com animais selvagens.

Ao lado, através da Via Sacra, chegamos ao Monte Palatino com suas ruínas de palácios imperiais romanos, templos e casas de banho.

Caminhando para o noroeste, chegamos no Fórum Romano, centro da vida pública por mais de um milênio, onde observamos ruínas das construções políticas, religiosas e comerciais, construídas a partir do século VII aC.

Mais 15 minutos de caminhada para noroeste, encontramos o belíssimo Panteão, antigo templo pagão de “todos os deuses”, foi doado ao culto cristão em 609 dC e, atualmente, abriga os restos mortais de Vittorio Emanuele II, Umberto I e Margherita di Savoia, bem como os sepultamentos de vários artistas.

Após passar pela Piazza Navona, característica da Roma barroca, atravessamos o Rio Tibre para chegar ao Castelo Sant’Angelo, construído em 139 dC para ser o mausoléu do Imperador Adriano e sua família.

Se você topar mais 15 minutos de caminhada, chega na cidade do Vaticano.

Nesta cidade-estado, você vai conhecer a Basílica de São Pedro, maior basílica cristã do mundo, que tem em seus subterrâneos a Necrópole Vaticana, localização dos túmulos de todos os papas, desde São Pedro.

Ao Norte, você encontra os museus do Vaticano, composto de diversas galerias com obras-primas clássicas e renascentistas, além dos espetaculares afrescos de Michelangelo, na Capela Sistina.

Quando retornar ao centro histórico de Roma, não deixe de fazer um pedido e jogar uma moeda na Fontana di Trevi, antes de se dirigir à animada Villa Borghese.

Também é “obrigatório” visitar as ruínas das monumentais Termas de Caracala, muito utilizadas entre os séculos III e VI dC.

Ainda na parte sul da cidade, você pode seguir pela Via Ápia e conhecer as impressionantes catacumbas onde está enterrado São Sebastião.

Enfim, Roma, a “Cidade eterna”, está lá para ser visitada muitas e muitas vezes.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s