Hoje é 18 de outubro: Dia do Médico !!

Médico é aquele cara que diz qual é a sua doença (mesmo que seja só uma virose), e lhe passa algum tratamento (mesmo que seja só dipirona). Médico é o rapaz da equipe de saúde que tem de assinar o atestado de óbito, e dizer para a uma mãe que o filho de 14 anos morreu. E isso dói. Médico é um cidadão que estudou na universidade 8.400 horas durante 6 anos, com uma média de 2 provas por semana (provas estas de nível bem acima das provas de residência), que trabalhou 2 anos de graça para o SUS como estagiário, onde nem direito a almoço teve, e que ficou evoluindo enfermaria no dia das mães, carnaval, natal e ano novo. Médico é o cara que recebe ameaça (verbal e física) para dar atestado médico a uma dor de cabeça, fato este que ocorre várias vezes ao dia. Médico é o profissional que entra em cirurgia de paciente soropositivo para AIDS, morrendo de medo de se furar, e ganha 1/5 de salário mínimo no adicional de insalubridade por este risco. Médico é o ser humano que, por lei, tem direito a 1 hora de pausa para almoçar no meio do plantão, mas engole a comida em 15 minutos porque a fila de atendimento é gigante. Médico é parte dos 99% dos profissionais que recebe a má fama do 1% que age sem ética. O governo não investe em saúde, mas põe a culpa na falta de médicos. Digam-me: a culpa de escolas sem professores é dos professores? Médico muitas vezes é um cidadão que serve 1 ano obrigatório no Exército, no caso dos homens, e faz residência de 3-5 anos, trabalhando 60 horas por semana com uma bolsa de R$ 3.330,43 (bruto). E que, quando exige um pagamento compatível com essa formação, é chamado de egoísta, playboy e mercenário.

Se você teve saco de ler até aqui, parabéns! Porque nós médicos aguentamos isso na carreira inteira. E não digo isso para elevar a categoria ao status de semideus. MÉDICO NÃO É SEMIDEUS. MÉDICO É GENTE IGUAL A VOCÊ. Tem sono, fome, saudades, vontade de brincar com os filhos e ficar com a família. Médico morre de raiva de ver um paciente morrer porque o SUS não funciona.

Por isso, da próxima vez que se perguntar por que os médicos estão indignados, leia o texto acima. Não trabalhamos para encher a carteira de dinheiro, trabalhamos porque gostamos. Dinheiro, queremos para pagar as contas, para o lazer e comprar remédio para os filhos, assim como você faz. Somos médicos porque amamos nosso trabalho, amamos cuidar de outros seres humanos, e não tem dinheiro no mundo que pague isso de volta. Amo ser médico e foi a melhor escolha que eu fiz para a minha vida. Portanto, parabéns a todos os médicos deste Brasil que tiram leite de pedra, e aguentam as difamações do governo contra nossa classe. Vocês fazem deste país um lugar cada dia melhor.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s