Sextou !!

Em busca pelo novo, algumas mulheres têm recorrido ao perfume íntimo, citado ultimamente por algumas celebridades.

Importante entender os riscos desses perfumes e lenços umedecidos com fragrâncias.

Existem vários fungos e bactérias normais no canal vaginal, que devem ser preservados, pois, quando em equilíbrio, agem como uma barreira natural de proteção da mulher.

O uso frequente dessas substâncias pode causar alergia, ou alterar a acidez vaginal e abrir caminho para o crescimento exagerado desses microrganismos, provocando uma infecção.

É importante ter consciência que a vulva e a vagina têm seu cheiro natural e que não é para incomodar. Afinal, este é o cheiro da mulher! Por que é preciso ser disfarçado?

Além disso, a utilização desses perfumes também pode mascarar o odor de uma infecção, o que adia seu tratamento.

O certo é utilizar na higiene íntima sabonete neutro, preferencialmente de glicerina.

O ideal é usar calcinhas só de algodão, evitar o protetor diário e duchas vaginais, além de dormir sem calcinha.

Outra boa medida, para as mulheres que suam muito, é encurtar os pelos pubianos (não necessariamente retirá-los) e fazer uso de talco antisséptico, o que diminui a transpiração e a consequente proliferação de bactérias com odor mais ativo.

Mas cuidado! O produto é para ser passado na virilha e no monte pubiano, não dentro dos lábios vaginais.

Então, mais do que usar perfumes íntimos, a mulher tem que ter cuidado e boa higiene na região.

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s