Que faço com os remédios?

Em alguns momentos de nossa vida, nos deparamos com a necessidade de fazer uso de medicamentos. Nestas situações, podem surgir dúvidas sobre como fazer o tratamento. Vale lembrar que qualquer desvio na sua forma correta de utilização pode ter uma alteração no resultado esperado.

Um dos questionamentos mais comuns é se o comprimido deve ser ingerido com água ou leite. A princípio, o melhor seria com o velho copo d’água. O leite interfere na absorção e altera seu resultado.

Algumas pessoas, por comodidade, costumam engolir os comprimidos a seco. Esta prática incorre, basicamente, em dois riscos. No primeiro, o comprimido pode grudar no esôfago e provocar uma irritação na sua parede. No segundo, mesmo que o comprimido chegue até o estômago, pode começar a ser absorvido no esôfago, com a acidez diferente do estômago, o que geralmente altera a sua ação.

Quando você toma dois ou mais remédios ao mesmo tempo, corre o risco de eles competirem entre si e não terem o efeito desejado. Por exemplo, alguns medicamentos são melhor absorvidos em um ambiente ácido. Quando ingeridos juntos a um antiácido, eles terão seu efeito prejudicado. Outro exemplo seria dos anticoncepcionais, que têm sua eficácia reduzida quando associados a alguns antibióticos. Por outro lado, existem situações especiais nas quais alguns medicamentos surtem melhor efeito quando ingeridos juntos, como o sulfato ferroso na presença de vitamina C. Sendo assim, é importante perguntar a quem prescreveu, não só os intervalos entre as tomadas, mas também os horários que devem ser respeitados.

Para algumas medicações, é preciso que sejam tomadas com o estômago vazio. Para outras, isso irritaria muito estômago, logo, o ideal seria após se alimentar. Também é importante perguntar ao seu médico o que seria melhor no seu caso.

Em relação ao uso de bebidas alcoólicas junto com medicação, é uma prática que deve ser evitada. Em algumas situações, essa mistura pode cortar o efeito do remédio. Em outras, como no caso de calmantes, o álcool pode potencializar sua ação, com risco de diminuir a atividade dos sistemas nervoso central, respiratório e cardiovascular.

Tão importante quanto a forma de tomar os remédios são os cuidados que devem ter com eles. Procure mantê-los na sua embalagem original, planejada para seu correto acondicionamento, ou em caixinhas separadoras, igualmente idealizadas para esta finalidade. Alguns precisam ser guardados em geladeira por apresentarem uma instabilidade química, quando fora de um ambiente frio. Não respeitar esta indicação pode diminuir o efeito da droga.

Algumas pessoas têm dificuldades para engolir comprimidos e acabam utilizando alguns artifícios que se mostram inadequados. Macerar os comprimidos, ou cortá-los no meio para se tornarem menores e mais fáceis de engolir, não deve ser feito, exceto quando eles forem sulcados ou se orientado pelo médico. Já as cápsulas foram feitas para retardar a absorção do fármaco. Não se deve abri-las para dissolver o “pozinho” na água, pois interfere diretamente na absorção do remédio.

Bom, como visto, cuidado com seu tratamento para ele poder cuidar de você!

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s