BIRADS

Muita gente tem me perguntado sobre a classificação BIRADS nas mamografias.

Este nome estranho, na verdade, é uma sigla em inglês (Breast Imaging Reporting and Data System) que, em uma tradução livre, significa “Sistema de Relatório de Dados sobre Imagem da Mama”.

A mamografia serve, principalmente, para o rastreio do câncer de mama e é o exame de escolha para esta finalidade.

Porém, quando as mamas são muito densas e a imagem da mamografia fica muito branca, podendo esconder pequenas lesões, geralmente solicitamos uma ultrassonografia ou ressonância magnética das mamas para ajudar na análise.

O BIRADS vem sendo utilizado nestes 3 exames e serve para resumir o que é visto nas imagens.

Sendo assim, segue a classificação e seus significados, para sua melhor compreensão:

• BIRADS 0 – Exame inconclusivo. Normalmente, essa classificação é utilizada para mamas muito densas e, em geral, precisamos complementar com outro tipo de exame (ultrassonografia ou ressonância magnética).
• BIRADS 1 – Exame normal, sem alterações aparentes.
• BIRADS 2 – Presença de alteração de caráter benigno.
• BIRADS 3 – Alterações provavelmente benignas.
• BIRADS 4 – Achado suspeito.
• BIRADS 5 – Achado altamente suspeito.
• BIRADS 6 – Presença de lesão investigada previamente e com resultado positivo para câncer.

Pronto! Agora você já sabe, mas, mesmo que seu exame esteja normal, não deixe de levá-lo para seu médico.

Ele é a pessoa certa para indicar o acompanhamento mais adequado para você.

Isso foi útil para você? Comente aqui que eu quero saber 👍🏻

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s