Passou por isso?

Muitas mulheres podem achar que os sintomas vulvovaginais podem ser intensificados próximo a menopausa devido a redução dos níveis de estrogênio.


👉🏼 Há muitas possíveis causas para os sintomas vulvovaginais, incluindo:

• Infecções vaginais, como aquelas causadas por leveduras (fungos)
• Infecções sexualmente transmissíveis, incluindo gonorreia, clamídia, herpes, verrugas, ou tricomoníase, os quais podem causar inflamação, corrimento, dor ou coceira vaginal.
• Lesões nas fibras de nervo pélvico, as quais causam dor ou sensação de queimação na vulva
• Reações alérgicas às substâncias químicas contidas em sabonetes, banhos de espuma, espermaticidas, camisinhas, sprays para a higiene feminina, ou tampões e absorventes.

👉🏼 Quando a mulher tem a menopausa, as quedas dos níveis de estrogênio
podem causar o afinamento, a secura e a diminuição da elasticidade dos tecidos da vulva e do revestimento da vaginal.

As secreções vaginais diminuem, resultando em uma lubrificação reduzida.

👉🏼 Sem o devido tratamento, o problema pode piorar e os tecidos vaginais podem inflamar.

👉🏼 Quando estão frágeis, os tecidos vaginais ficam propensos a lesões, ferimentos e sangramentos durante a relação sexual ou o exame pélvico.

A dor pode fazer com que a relação sexual deixe de ser mais prazerosa, ou até mesmo possível.

👉🏼 Todas as mulheres no climatério e nos estágios posteriores devem passar por uma avaliação completa e regular da saúde vulvovaginal, independentemente de terem sintomas ou serem sexualmente ativas. Fique atenta!⚠

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s